Menu

Funcionalidades do benefício saúde na palma da mão

Funcionalidades do benefício saúde na palma da mão

Para o gestor de RH, o benefício saúde é algo cercado por uma série de detalhes específicos. Por exemplo, ao adotar um Programa de Benefício em Medicamento (PBM – Pharmacy Benefit Management), como definir a rede credenciada? Como saber se a cobertura está adequada? Como ter noção se os beneficiários estão satisfeitos? Essas são apenas algumas das perguntas que eles precisam se fazer com frequência para garantir a eficiência do recurso. Mas, fato é que é muito difícil saber as respostas sem contar com o auxílio da tecnologia.

 

Isso porque, eles podem até receber reclamações pontuais de colaboradores insatisfeitos com algo nesse sentido. Mas, provavelmente, nem todos reportarão possíveis queixas. Ao mesmo tempo em que pode haver entendimento de que uma delas trata-se de um caso generalizado, quando na verdade pode ser um caso isolado. E essas interpretações podem causar sérios transtornos.

 

Então, partindo da premissa de que a satisfação dos funcionários é uma métrica importante de resultado no que tange o benefício saúde oferecido em função do diferencial competitivo que significam, como resolver esse cenário?

 

Veja o caso do Uber: desde o início, um dos parâmetros usados para manter o motorista no quadro de prestador de serviço é a avaliação que o passageiro faz em relação à sua corrida. E quanto ao Airbnb? O mesmo acontece com as acomodações. E o Trip Advisor? Suas avaliações viraram critério de decisão antes de fechar uma viagem, por exemplo.

 

Em comum, todos são disruptivos, modernos e transparentes, assim como ágeis na decisão por caminhos de correção, uma vez que todas as informações estão na palma da mão. E com a saúde também pode ser assim! É por isso que os clientes que contam com o programa de medicamentos da Funcional têm acesso ao app Funcional, que permite que cada um avalie o atendimento recebido na farmácia escolhida para realizar suas compras. Além dessa funcionalidade é possível acessar o cartão virtual, o extrato de compra, o limite disponível, as informações sobre a rede credenciada e qual o ponto de venda mais próximo.

 

E isso gera para o gestor informações com o panorama efetivo de como está o programa de benefício saúde face aos atendimentos na rede credenciada. A mensuração é por loja individual. O que ajuda a entender, por exemplo, se há falhas de atendimento em uma determinada rede ou loja específica, ou em uma determinada região. Além disso, é possível comparar as unidades de farmácias que são melhor ou pior avaliadas para tomar decisões em relação ao problema ou, ainda, ao captar a sensação no momento exato da satisfação ou insatisfação de cada um, checar se as questões são isoladas ou se são coletivas. E, a partir daí, as respostas para as perguntas principais surgem e a gestão do benefício se torna mais e mais eficiente.

 

 

*Texto de autoria de Edgar Tadeu Eduardo – Gerente de relacionamento da Funcional

Share on FacebookTweet about this on Twitter