Menu

Como definir a cobertura do Programa de Benefício Medicamento?

Como definir a cobertura do Programa de Benefício Medicamento?

A felicidade e a satisfação dos colaboradores é uma preocupação crescente para as organizações em função da sua importância para a obtenção do diferencial competitivo, que é a retenção do conhecimento dentro de casa, e no crescimento da empresa.

A motivação é a base para que esses objetivos sejam alcançados de forma que impacte o ambiente de trabalho, mas também, principalmente, a vida pessoal. E, ao investir nesse formato, os retornos podem ser medidos por meio de diversas frentes. Por exemplo, se uma das iniciativas adotadas nesse sentido for a adoção de um Programa de Benefício Medicamento (PBM), um dos parâmetros que mede a eficiência da estratégia é o seu uso e a promoção de melhor qualidade de vida ao cruzar seus dados com os de gestão do benefício saúde como um todo.

Mas, por vezes, o que impede sua implementação (ou mesmo sua ampliação) é a insegurança relacionada à definição da lista de cobertura que ele deve ter. Como coordenar variáveis como comodidade aos beneficiários, satisfação no atendimento e equilíbrio financeiro de forma capaz de fazer com que o programa tenha vida longa?

Nesse sentido, alguns pontos são fundamentais:

1 – Entenda o perfil econômico da empresa e o perfil de sua população. A empresa tem muito funcionários jovens? Mais homens ou mulheres? Como é a relação com os aposentados? A partir daí é possível levantar algumas ideias sobre o percentual de subsídio a ser oferecido, o limite de compra, a abrangência, os critérios para doentes crônicos e para remédios de alto custo.

2 – Avalie os prós e os contras dos modelos disponíveis: vai ser pré ou pós pago?

3 – Ao adotar o programa, use e abuse da avaliação que os beneficiários farão sobre os atendimentos recebidos (leia mais aqui) e também do extrato de uso para fazer adequações sobre a cobertura geográfica dos pontos cadastrados.

Por fim, esteja seguro de que mais do que descontos, o seu parceiro esteja pronto para lhe oferecer cruzamento de dados e relatórios capazes de evitar fraudes e de esclarecer caminhos de melhoria para que a população atendida se sinta abraçada e a empresa tenha condições de prolongar essa qualidade de vida sem prazo para terminar.

Giuliano Rossi 

Share on FacebookTweet about this on Twitter